Publicado por: Laboratório de Limnologia/UFRJ | 18 de fevereiro de 2013

Why aren’t all species everywhere?

Há pouco tempo atrás, postamos algumas informações sobre o uso de bromélias-tanque para o estudo de teorias ecológicas e como temos começado a empregar este ecossistema-modelo no cotidiano do nosso laboratório.

Parte do público presente na palestra realizada pela Profa. Dra. Diane S. Srivastava no Salão Azul do Instituto de Biologia.

Parte do público presente na palestra realizada pela Profa. Dra. Diane S. Srivastava no Salão Azul do Instituto de Biologia.

Pois bem, foi realizada hoje a palestra intitulada ‘Why aren’t all species everywhere?’, realizada pela Profa. Dra. Diane S. Srivastava, da University of British Columbia e nossa parceira de trabalhos. O evento ocorreu no Salão Azul do Instituto de Biologia/UFRJ e durante uma hora, cerca de 70 pessoas ouviram alguns dos resultados de cerca de 15 anos de pesquisa com este ecossistema-modelo.

Resumidamente, a pergunta-título da palestra faz menção ao fenômeno ecológico conhecido como Paradoxo do Plâncton e à observação de que, por mais que seja possível, algumas espécies não estão presentes onde deveriam estar. Conforme apontado pela Profa. Dra. Diane S. Srivastava, as interações entre espécies (por exemplo, competição e predação), as barreiras geográficas (por exemplo, grande cadeias de montanhas) e as próprias condições ambientais de cada localidade (temperatura e precipitação, por exemplo) são possíveis explicações para os padrões observados na natureza.

Conclusões da palestra apresentada pela Profa. Dra. Diane S. Srivastava, realizada no Salão Azul do Instituto de Biologia.

Conclusões da palestra apresentada pela Profa. Dra. Diane S. Srivastava, realizada no Salão Azul do Instituto de Biologia.

E o que podemos tirar de todo o trabalho feito e apresentado? Apesar da abrangência e dos desafios que a ciência ecológica impõe ao pesquisador, com uma bocado de curiosidade e motivação, é possível identificar e responder as perguntas que a natureza nos propõem. As vezes essa resposta pode parecer trivial, mas quando colocada em uma perspectiva mais ampla, nos mostra uma forma totalmente totalmente nova de enxergar o mundo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: