Publicado por: gabrielaushida | 9 de maio de 2013

Como escolher uma pergunta científica?

A escolha de uma pergunta científica é cheia de dúvidas

A escolha de uma pergunta científica é cheia de dúvidas

A vida de um cientista, mesmo ainda no início, encontra-se sempre pontuada por escolhas, trabalho duro e cobrança de resultados. A primeira escolha a ser feita, o tema sobre o qual o projeto será embasado, é uma das mais importantes de todas.

É comum jovens cientistas e até mesmo alguns mais graduados se encontrarem em uma situação de dúvida quando chega a hora de elaborar um (novo) trabalho científico. Para os mais inexperientes, pode parecer que todos os temas relacionados a um determinado assunto de interesse já foram exaustivamente estudados e revisados!

Antes de começar o planejamento, corrida por financiamento, cumprimento de prazos e etc é preciso ter em mãos (e mente) um projeto bem estruturado e interessante – do ponto de vista do pesquisador e da comunidade científica. Mas como encontrar um bom tema de pesquisa?

Em primeiro lugar, o importante é pesquisar algo que seja interessante para você, pois irá ajudá-lo a se manter animado quando estiver no laboratório analisando seus dados e escrevendo – principalmente se for uma sexta-feira à noite! Assim, procure um ou mais temas que atraiam sua atenção. É interessante fazer uma breve pesquisa sobre os temas que te interessem, para escolher um assunto que tenha uma boa base de material publicado – senão você pode ficar mais perdido do que quando começou! – e que tenha as maiores chances de ser bem-sucedido e ganhar reconhecimento no mérito científico.

Também é uma ideia interessante pesquisar sobre o assunto em diversos meios de informação, como livros, artigos, seminários e até mesmo a boa e velha conversa com seus colegas de trabalho. Cada fonte dá uma visão do tema sob um ângulo diferente, levando a uma compreensão final mais completa.

Entender a importância futura de seu projeto de pesquisa é um aspecto fundamental. Esse tema constitui um ramo de essencial importância? Para você, pesquisador, ou para toda a comunidade científica? O ideal – o que muitas vezes é difícil de alcançar – seria uma “combinação” entre satisfação pessoal e interesse geral sobre o assunto.

É  importante também avaliar seu  estágio dentro de sua formação científica. É preciso ter em mente se o projeto escolhido pode ser realizado no tempo disponível. Tentar “abraçar o mundo” não funcionará!  De que adianta ter um pool enorme de dados se não há tempo hábil para processá-los? Empenhe-se naquilo que é possível ser feito com tempo estipulado de pesquisa, concentrando-se mais nos dados gerados para solucionar o problema inicialmente proposto por você. É melhor um trabalho bem feito, claro e bem embasado na teoria com uma quantidade menor de dados do que um trabalho gigantesco onde as explicações são fracas e o conhecimento acrescentado é superficial.

Não corra contra o tempo! Os prazos são curtos e a cobrança é constante, mas vale mais a pena investir em algumas semanas (ou meses) de leitura e organização do que desenvolver um projeto escolhido às pressas.

E você, o que considera importante ao escolher um novo projeto científico?

Anúncios

Responses

  1. […] a esta questão. Em primeiro lugar, sabemos que a ciência possui muitas áreas de estudo, e também há muitas coisas no mundo para se estudar e descobrir. Algumas delas tem uma utilidade prática e, muitas vezes urgentes. Algumas são polêmicas. […]

  2. Gabriela, parabéns pelo texto e pela coragem de enfrentar um tema tão complexo. Fico imaginando que tenha sido difícil organizar a quantidade de informações que existe, que você leu, etc. Mas você conseguiu excelente resultado. Num texto curto e que serve muito bem para puxar esta conversa adiante. Podíamos conversar mais sobre isto no lab. Você escreve muito bem. Cultive isto. Queria ainda falar mais duas coisas.
    Primeiro, tentar responder sua pergunta. Ao escolher um novo projeto considero importante a clareza sobre a pergunta que se faz (não precisa ser algo da moda, nem da última Science. Existem excelentes perguntas colocadas há décadas e não respondidas) e também que a pergunta seja relevante para nosso país.

    Segundo, uma reflexão. Apesar da necessidade de todo este cuidado que você muito bem colocou para formular uma pergunta, vejo que nossas perguntas (e por consequência nossa ciência) com frequência não passa por este passo a passo. Dados podem vir antes que perguntas; perguntas brotam do nada; pegamos carona na pergunta de alguém; nos impõem certas perguntas…enfim. Vejo que com frequência nossas perguntas nascem no caos.

    Enfim, há muito por falar sobre isto e em tempo de estádios e futebol, você deu o pontapé inicial. Mais uma vez, parabéns pela iniciativa.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: