Publicado por: eldersodre | 30 de outubro de 2014

Por que estudar limnologia?

* Os textos dessa seção são opiniões pessoais dos autores e não representam a posição do Laboratório de Limnologia

Por que estudar limnologia? Fiz essa pergunta para mim mesmo e para alguns amigos do laboratório. Afinal, se somos limnólogos, e se este é um blog voltado para limnologia, nada mais natural que procurar responder a esta questão. Em primeiro lugar, sabemos que a ciência possui muitas áreas de estudo, e também há muitas coisas no mundo para se estudar e descobrir. Algumas delas tem uma utilidade prática e, muitas vezes urgentes. Algumas são polêmicas. Algumas estão na boca do povo. Outras, nenhuma das alternativas anteriores. Por que, dentre tantas opções, estudar limnologia?

Antes, gostaria de lembrar o que é limnologia. De acordo com o livro Fundamentos de Limnologia, do autor Francisco Esteves, “pode-se definir a Limnologia como o estudo ecológico de todas as massas d’água continentais, independente de suas origens, dimensões e concentrações salinas”. Sendo assim, estudar limnologia é estudar massas de água continentais como rios, lagos e até água acumulada em bromélias.

Um dos muitos "escritórios" onde o limnólogo pode trabalhar

Um dos muitos “escritórios” onde o limnólogo pode trabalhar

Da definição acima, vou destacar uma palavra-chave: água. Nós, seres humanos, precisamos de água. E embora nosso planeta seja abundante em água, apenas 2,5% desta água é doce, que ainda por cima, encontra-se na maior parte na forma de geleiras ou água subterrâneas. Do total da água na terra, apenas 0,06% está nos rios, lagos, biomassa, vapor, entre outros. É desta fração de água na terra que dependemos para o consumo.

A limnologia, como ciência, possui a capacidade de entender o funcionamento de ecossistemas aquáticos continentais, e seus impactos. E, com isso, zelar pela sua integridade e propor ações para a sua restauração, visando a conservação da natureza e o bem estar humano. Respondendo à pergunta título, este é um dos motivos para estudar limnologia. Tal motivo é especialmente verdade no Brasil, onde construção de hidrelétricas, transposição de rios e secas são assuntos atuais. A limnologia, junto com outras ciências, é vital para estas questões.

As águas continentais apresentem uma área global pequena quando comparado aos oceanos e ambientes terrestres, mas elas apresentem uma biodiversidade desproporcional. Por exemplo, embora o oceano seja muito maior que todas as águas continentais juntas, 43% das espécies conhecidas de peixes vivem em rios e lagos. Com isso, outra importância de estudar a limnologia é conhecer a biodiversidade aquática continental, especialmente com ênfase ecológica. No Brasil, a maioria dos limnólogos possui uma formação universitária em biologia/ecologia, o que é um diferencial nosso em relação outros profissionais que lidam com a questão da água.

salvador-tira-26

Além da pergunta título, também perguntei aos amigos por que eles estudam limnologia. Alguns responderam que, quando entraram no laboratório como alunos de iniciação científica, não sabiam direito o que era limnologia. Mas depois quiseram seguir nesta área pois foram cativados por um laboratório que “deu todo subsídio para crescer profissionalmente e que o fez pois se propôs a trabalhar em diferentes frentes, contemplando as diferentes demandas da sociedade”. Comigo também foi parecido. Mas quero adicionar uma outra resposta: continuo estudando limnologia (e, porque não dizer, me apaixonei por ela) por ser uma área ampla que engloba desde os aspectos físico-quimicos da água até os biológicos, além de ter uma importância prática na sociedade.

E agora deixo estas perguntas para você: por que estudar limnologia? E por que você estuda limnologia? Deixe seu comentário!

BIBLIOGRAFIA

Fundamentos de limnologia / Francisco de Assis Esteves (coordenador). – 3. ed. Rio de Janeiro: Interciência, 2011

Anúncios

Responses

  1. […] de opinião. E, claro, como não poderia deixar de ser, também foram abordados diversos temas em limnologia, como bromélias, mudanças climáticas, bactérias e escassez de água. E, com certeza, muita […]


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: