Publicado por: raquelbenac | 1 de outubro de 2015

Limnologia na 12ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia

Neste ano, a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT) acontecerá entre os dias 19 e 25 de outubro, tendo como tema ” Luz, Ciência e Vida”. Atividades de difusão e de Divulgação Científica e Tecnológica relacionadas a este tema serão promovidas em todo o país, para maiores informações sobre a 12ª SNCT acesse o site http://semanact.mcti.gov.br .

A UFRJ já vem atuando, há um bom tempo na SNCT, e mais uma vez contribuirá com este momento tão relevante de difusão da ciência e da tecnologia para a sociedade, tendo como tema

” Big Bang: Luz, Energia e Vida”. Somando-se a isso, com as características próprias do laboratório de Limnologia da UFRJ, os integrantes deste laboratório desenvolverão suas atividades no mesmo tema do ano passado “Vida na água, água na vida”, mas com muitas novidades! (para conferir como foi ano passado acesse aqui https://limnonews.wordpress.com/2014/10/23/contribuicoes-para-a-acao-extensionista-com-a-exposicao-vida-na-agua-agua-na-vida/ )

FOTO SNCT 1 FOTO SNCT 2

https://limnonews.wordpress.com/2014/10/23/contribuicoes-para-a-acao-extensionista-com-a-exposicao-vida-na-agua-agua-na-vida/

Continuaremos com o mesmo foco, buscando discutir de forma lúdica e dinâmica a água na nossa sociedade, partindo do pressuposto de que a água é um elemento essencial para a vida, não só humana, mas de todos os seres vivos, sendo um bem de uso público e passível de gestão. No entanto, como novidade, a exposição do Laboratório de Limnologia será dividida em diferentes blocos atividades: Origem da Vida, vida na Lagoa e observação de organismos, Instrumentos e medições, A bacia hidrográfica, seus impactos e gestão ambiental. O primeiro bloco de atividades utilizará massinhas de modelar para explicar a Origem da Vida a partir do big bang; o segundo bloco de atividades estimulará o sensorial por meio de um aquário simulando uma lagoa e serão mostrados organismos aquáticos – trabalharemos aspectos da ciência e vida. Já no terceiro bloco de atividades apresentaremos instrumentos de pesquisa e faremos uma medição de transparência da água relacionado a luz e a vida. O quarto bloco terá um jogo de dominó trabalhando os opostos, como por exemplo, tratamento de esgoto e esgoto in natura e para representar didaticamente uma bacia hidrográfica faremos uma pintura a partir da utilização de uma folhas de árvore, serão discutidos os conflitos e uso da água em uma bacia. Além destas inovações, atividades consagradas também permanecem na exposição como as moléculas de água com jujuba e palito, o carimbo de gota, e o “Cocar” de micro-organismos aquáticos. O lançamento original da exposição contará com vídeo produzido por estudantes de pós-graduação do laboratório, com o objetivo de mostrar a Ciência como uma construção humana.

Dessa forma, a proposta da exposição do Laboratório contextualizará como a luz gera vida nos ecossistemas aquáticos, seja através da incidência da radiação solar ou como energia estocada. A exposição acontecerá na Reitoria, nos dias 19, 20, 21, 22 e 23 de outubro de 2015, de 9h às 17h.

A outra novidade é que neste ano, a exposição ampliará seu espaço de atuação para o interior do Estado do Rio de Janeiro, em Macaé, através dos integrantes do laboratório de Limnologia sob a coordenação do prof. Marcos Paulo Figueiredo de Barros. Na entrada da exposição, os visitantes serão estimulados a refletirem sobre a questão de que nem sempre lagoas de águas escuras são poluídas, como também, nem todas lagoas de águas claras estão limpas, através de uma dinâmica, que terá um cartaz contendo a pergunta ‘ Em qual dessas águas você tomaria banho?’ e dois potes transparentes, um com a água da Lagoa Imboassica (que parece limpa, mas é poluída)   e outro com a da Lagoa Comprida (de aspecto poluído, porém limpa) . Após este momento, os participantes poderão conhecer a variedade da coloração natural das diversas lagoas que compõe o Parque Nacional da Restinga de Jurubatiba (haverá um mapa deste local), através de um experimento que simula o processo de lixiviação nas restingas, com o intuito de elucidar o motivo pelo qual, as lagoas podem apresentar distintas colorações naturalmente. Somando-se a isso, os visitantes participarão de uma montagem interativa das cadeias tróficas de ecossistemas aquáticos de águas claras e águas escuras, o que será contextualizando com os diferentes caminhos da luz e sua importância para estes ambientes. Já a atividade infantil consistirá em uma pintura e colagem dos diferentes componentes da cadeia alimentar dos ecossistemas aquáticos.

Essa exposição acontecerá no dia 20 de outubro de 2015, das 8h – 17h, no Hall do polo universitário da UFRJ em Macaé.

Além de esperarmos estudantes e professores da Escola Básica para visitação, aguardarmos a presença da comunidade científica. Até lá!

Anúncios

Responses

  1. Parabéns Raquel, ficou legal!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: