Publicado por: Ricardo Andrade | 9 de fevereiro de 2017

Águas de Março: Estamos prontos?

De acordo com Tom Jobim, um dos maiores músicos brasileiros, as águas de março fecham o verão. E por mais belo que isso possa parecer, no Rio de Janeiro o mês de março é marcado por grandes inundações, que por várias vezes, ocasionam em estado de alerta. Assim como essa música (lançada em 1972), os problemas das enchentes não são recentes como podemos ver nessa reportagem aqui, onde aproximadamente 200 pessoas morreram e outras tantas ficaram desabrigadas.

Esses problemas podem estar relacionados com as mudanças no nosso clima, onde de acordo com o Painel Brasileiro de Mudanças Climáticas (PBMC), a região Sudeste do Brasil sofrerá com um aumento da temperatura, que acarretará em maiores frequências e intensidades das chuvas, como podemos ver nas fotos clicando aqui, e nas reportagens aqui e aqui. As enchentes também estão relacionadas com construções em áreas de alagamentos e em locais irregulares, como por exemplo, encostas e margens de rios. Resumidamente, as áreas de alagamento ocorrem quando as chuvas elevam os níveis das águas dos rios e lagoas, e esse excesso de água é extravasado paras as margens inundando parte do solo e da vegetação. Em uma área urbanizada essas inundações causam muitos prejuízos, e quem sofre com isso é a população (fig. 1).

Você agora deve estar se perguntando: Mas por que todo ano isso acontece?

Bem, a falta de investimento na infraestrutura para a cidade e um plano habitacional equivocado do nosso país, acarretam em problemas anuais, onde os menos favorecidos pagam o pato. Quem no Rio de Janeiro nunca ficou preso no trânsito porque alguma rua estava fechada ou totalmente alagada, ou quem nunca teve que andar com as águas escuras e lamacentas até o joelho para chegar em algum local?

Creio eu que quase todos nós !!!

O novo prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, terá alguns desafios pela frente e que não serão fáceis. Estamos em fevereiro de 2017, e pelo pouco tempo que temos até março, os esforços para amenizar situações como as citadas anteriormente não serão suficientes. Todavia, é de suma importância um planejamento mais apurado e um maior investimento, pois os cariocas dessa cidade maravilhosa (fig. 2) não merecem esse tipo de contratempo em suas vidas.

“São as águas de março fechando o verão
É a promessa de vida no teu coração.” Tom Jobim.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: